A Rede Europeia de Territórios Corticeiros, composta por mais de 50 sócios da Espanha, Portugal, Itália e França, quer representar e defender os interesses das colectividades territoriais com presença no sector da cortiça; contribuir para a valorizacão e difusão do legado cultural e patrimonial vinculado a esta actividade e visar o desenvolvimento sustentável local a nível económico, social e ambiental.